Objetos

Exemplo de uma sessão em Python que mostra algumas funções de manipulação de objetos

Python 2.7.12 (default, Sep  6 2016, 18:21:48)
[GCC 5.4.0] on linux2
Type "help", "copyright", "credits" or "license" for more information.
>>> type(4)
<type 'int'>
>>> type("""a""")
<type 'str'>
>>> type(type("""a"""))
<type 'type'>
>>> id(45)
15021312
>>> id(34)
15019584
>>> exit()

De notar que o tipo de um objeto também é um objeto, de tipo type.
A função id() devolve o id do objeto, que pode ser pensado como o seu endereço em memória.

Os inteiros com mais de 32 bits – para além de do intervalo [-2147483648, 2147483647] – são ineiros longos e não têm limite de tamanho, não estão limitados a 64 bits como no Java ou no C.

Segue-se um exemplo de utilização de números complexos em Python, em modo interativo

>>> x=3
>>> type(x)
<type 'int'>
>>> print(x)
3
>>> x+=2j
>>> type(x)
<type 'complex'>
>>> print(x.real)
3.0
>>> type(x.real)
<type 'float'>
>>> print(x.imag)
2.0
>>> print(x)
(3+2j)

De notar que as componentes de um complexo são sempre float, que é um real de 64 bits.

O Python permite cortar sequências (tuplos, strings, listas, etc.) dinamicamente. Por exemplo, a[i:j] seleciona todos os índices k tais que i <= k < j.

Nalguns casos, é possível um corte estendido, com um terceiro parâmetro k tal que a[i:j:k] seleciona todos os elementos de a com índice x onde x = i + n*k, n >= 0 e i <= x < j.

A sequência resultado é reindexada a partir do 0.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *